Frete Grátis para todo o Brasil a partir de R$290. Parcelamento em até 3x.

COMO SE VESTIR NO INÍCIO DA CARREIRA

Terminar a faculdade e deixar a vida de estágios requer algumas adaptações no visual do dia-a-dia. Este é um grande passo e deve ser encarado como tal em todas as esferas, entre elas, a imagem pessoal.

Talvez seja a hora de deixar de investir naquele visual informal no trabalho, sem muitas preocupações. No começo da carreira, apesar das ideias inovadoras e de toda a energia, a confiança ainda está em construção. Esta dualidade na mensagem pode ser balanceada com a escolha de peças mais adequadas.

Mas, calma, a ideia não é virar o guarda-roupa de cabeça para baixo e fazer uma transformação do dia para a noite. Atenção também para aquele conceito de vestir-se para o emprego que você quer no futuro: o ideal é visualizar um futuro próximo, porque na verdade ainda tem muita coisa pela frente.

A dica é vestir-se de acordo com a sua idade e o cargo que vai ocupar, respeitando sempre o código de vestimenta da empresa. A vida de universitário vai ficando para trás, mas você também não quer ofuscar os seus superiores. Aí está o equilíbrio. Mas como fazer essa transição de um jeito suave?

Adicionando camadas

Comece a incluir peças do universo social ao seu guarda-roupa enquanto vai descobrindo como é o seu estilo no trabalho. Se o traje completo não for obrigatório, as peças podem ser usadas alternadamente, por exemplo, uma camisa social e gravata, sem paletó. Ou mesmo apenas o colete fazendo as vezes do paletó. Se preferir manter uma pegada mais casual, opte por tecidos de algodão, como uma calça de sarja, ao invés do jeans. Invista também em sapatos com um ar mais profissional no lugar do tênis.

image
image
image
image


Como escolher as peças

Dá próxima vez que for às compras, não deixe de incluir uma peça social no carrinho, como uma calça com uma pegada mais formal, um blazer ou um paletó. São peças coringas, geralmente as cores sóbrias podem ser misturadas para um visual moderno, ao invés do traje inteiro na mesma cor.

Gravatas

Prefira gravatas em tecidos leves, como em algodão e a lã, que geralmente trazem um acabamento com menos brilho e ficam mais discretas e elegantes na composição, sem ir além do que o cargo pede. Cores neutras e tons sóbrios ou pastéis ajudam a transmitir equilíbrio e uma mensagem mais confiante. Não exagere nas estampas, elas podem passar uma imagem muito descontraída, o momento é de ganhar confiança. A ideia é desvincular a pouca experiência de trabalho da ideia de pouca maturidade. Cores como o azul, o verde, o cinza e tons de bege ou marrom são boas opções para a gravata. Dê preferências aos tons sóbrios.

image
image
image
image


Outros acessórios

Como a ideia é alternar e misturar peças sociais, ao invés de investir na fórmula robusta e com uma pegada mais sênior do terno completo em cores e padronagens únicas, a sugestão é adicionar acessórios pequenos, mas com personalidade.

Prendedor de gravata

O prendedor tem a funcionalidade de manter a gravata presa ao corpo, ele é uma boa opção para ser usado com a camisa, principalmente, quando se dispensa colete e paletó. Além de manter a gravata alinhada, ele pode trazer cores mais vivas em contraste com uma gravata neutra para criar uma composição moderna, trazendo a ideia de inovação e uma pegada mais jovem.

 

image

Meias coloridas

As meias já ocupam um lugar discreto no visual, por isso, elas podem ser mais ousadas. Uma ideia para trazer mais da sua personalidade para a composição e quebrar a rigidez do traje social de um jeito sutil.

image
image
image
image
image

 

Dica: as meias quando coordenadas com a calça ajudam a alongar a silhueta. Com os sapatos, o efeito é inverso.