Frete Grátis para todo o Brasil a partir de R$290. Parcelamento em até 3x.

GRAVATA XADREZ: COMO USAR A PADRONAGEM NO DIA-A-DIA

Xadrez é uma padronagem muito usada no universo social masculino. Seja no terno, na camisa ou em uma gravata xadrez, ele ajuda a compor um visual mais casual, mais leve para o traje social do dia-a-dia por conta de suas formas geométricas descomplicadas.
O xadrez pode trazer padrões mais simples ou mais complexos. Ele é formado pela composição intercalada entre linhas verticais e horizontais, trazendo cores diferentes na trama do tecido, criando formas com ângulos retos, como quadrados ou retângulos.
Um tipo de padronagem em xadrez mais simples é aquele que traz linhas simétricas formando quadrados com a utilização de poucas cores, até duas tonalidades diferentes destacando-se entre o fundo e as linhas.

Gravata xadrez

Já um exemplo de xadrez mais complexo é o tartan, a padronagem tradicional e elegante escocesa que traz composições mais sofisticadas, com linhas de espessuras e cores diferentes, formando padrões mais dinâmicos no tecido e possibilitando composições mais arrojadas no traje social masculino.

Gravata Xadrez - Linha Tartan

O tartan é uma padronagem que, justamente por ser mais sofisticada, com uma dinâmica de linhas em tamanhos e cores diferentes, funciona muito bem para as peças menores do vestuário social, como aqueles elementos que são usados para dar o tom da composição, como é o caso da gravata no traje social.

Gravata Borboleta Xadrez - Linha Tartan

Como usar a gravata xadrez no dia-a-dia

A gravata xadrez ajuda a quebrar a rigidez do traje social, trazendo um ar mais leve com suas linhas, sem deixar de representar a formalidade que o dia-a-dia do trabalho exige da roupa.

Homem de gravata xadrez

Se a ideia é criar uma composição semiformal para o cotidiano ou mesmo para um evento social mais casual, a gravata xadrez é uma boa pedida. A peça pode ser usada para trazer um tom mais criativo, mais aberto e acessível para a comunicação. A composição social tem esta característica, ela ajuda a passar uma mensagem, e a escolha minuciosa dos elementos influencia no tom, como a padronagem ideal para a gravata e a sua relação com o restante do traje.

Como coordenar a gravata xadrez no traje

A coordenação de padronagens e estampas no traje social pode parecer mais difícil do que realmente é. Algumas dicas simples podem ajudar a perceber como as padronagens podem ir se encaixando para dar o tom da composição.

A gravata xadrez, por exemplo, pode ser facilmente coordenada com peças sólidas, sem outros padrões. Assim, o destaque fica apenas para a gravata, que vai ditar o estilo da composição.

Neste caso, a ideia é considerar as cores usadas nas linhas da trama para formar o xadrez. Um padrão mais complexo, como o tartan, pede cores mais neutras na camisa, como as tonalidades pastéis, e os tons sóbrios para o terno. Desta forma, a gravata fica com a função de quebrar um pouco a rigidez do traje e trazer uma mensagem mais leve, sem perder a formalidade.

Se a ideia é montar uma composição mais criativa com a gravata xadrez, a padronagem também pode ser coordenada com outras estampas no traje. Para isto, basta pensar em camadas.

Por exemplo, a proporção dos padrões deve ser mais densa na camisa do que na gravata. A ideia é que a composição vá abrindo de dentro para fora.

As cores também devem ser consideradas. Para uma gravata xadrez com mais tonalidades, por exemplo, como a padronagem escocesa tartan, a melhor opção é a escolha por terno e camisa, mesmo que com estampas e padronagens, em cores neutras e pouca variação de tons.

Uma gravata xadrez traz vários benefícios para a composição social, além de quebrar a rigidez do traje sem perder a formalidade, a padronagem ajuda a compor um visual mais elaborado, trazendo aquele ar mais dedicado para escolha da roupa do dia-a-dia. Lembre-se, o visual passa uma mensagem, a gravata dá o tom.